Browsing Tag

que

Inspiração Textos

“Acho a maior graça…

29 de Abril de 2013

acho a maior graca

…Tomate previne isso,cebola previne aquilo, chocolate faz bem, chocolate faz mal, um cálice diário de vinho não tem problema, qualquer gole de álcool é nocivo, tome água em abundância, mas não exagere…
Diante desta profusão de descobertas, acho mais seguro não mudar de hábitos.
Sei direitinho o que faz bem e o que faz mal pra minha saúde.
Prazer faz muito bem.
Dormir me deixa 0 km.
Ler um bom livro faz-me sentir novo em folha.
Viajar me deixa tenso antes de embarcar, mas depois rejuvenesço uns cinco anos.
Viagens aéreas não me incham as pernas; incham-me o cérebro, volto cheio de idéias.
Brigar me provoca arritmia cardíaca.
Ver pessoas tendo acessos de estupidez me embrulha o estômago.
Testemunhar gente jogando lata de cerveja pela janela do carro me faz perder toda a fé no ser humano.
E telejornais… os médicos deveriam proibir – como doem!
Caminhar faz bem, dançar faz bem, ficar em silêncio quando uma discussão está pegando fogo, faz muito bem! Você exercita o autocontrole e ainda acorda no outro dia sem se sentir arrependido de nada.
Acordar de manhã arrependido do que disse ou do que fez ontem à noite é prejudicial à saúde! E passar o resto do dia sem coragem para pedir desculpas, pior ainda!
Não pedir perdão pelas nossas mancadas dá câncer, não há tomate ou mussarela que previna.
Ir ao cinema, conseguir um lugar central nas fileiras do fundo, não ter ninguém atrapalhando sua visão, nenhum celular tocando e o filme ser espetacular, uau!
Cinema é melhor pra saúde do que pipoca!
Conversa é melhor do que piada.
Exercício é melhor do que cirurgia.
Humor é melhor do que rancor.
Amigos são melhores do que gente influente.
Economia é melhor do que dívida.
Pergunta é melhor do que dúvida.
Sonhar é melhor do que nada!”

Martha Medeiros

Especiais

5 coisas que eu ainda vou fazer na minha vida

4 de Abril de 2013


1- Disney ICP

disney

Disney ICP é um programa em que estudantes de universidades ficam dois meses trabalhando na Disney. Seja nos hotéis, seja nos parques. A parte mais legal? Você se hospeda no complexo só de universitários de até 24 anos, e pode rolar até festa! Como amo a Disney de paixão, adoro falar inglês, me comunicar com bastante gente e falar com crianças, não poderia ter oportunidade mais perfeita. E meu amigo vai junto. Mal posso esperar!



2- Trabalho voluntário na África

MORRI
Em janeiro vou ficar duas semanas na África do sul cuidando de filhotes de leões. How perfect?! Acho que vai ser uma experiencia sensacional, que vai abrir meus olhos para uma realidade diferente e ver o mundo de outra forma. Conversei com os agentes da c.i e eles me disseram que para cuidar das crianças eles recomendam uma idade um pouco maior, devido a sensibilidade do projeto… Quando estiver com vinte as crianças na Índia serão meus próximos xodós <3



3- Pular de paraquedas

3

Mããããe, não me mate! Meu sonho desde que me entendo por gente. Se sentir um passarinho por algum tempo, e o frio na barriga na hora do salto são sensações que eu ainda quero provar.



4- Estudar na Austrália

4

Rezem para eu passar no vestibular, porque ai eu saio da África e vou estudar um mês inglês na Austrália… Lá a época é de verão também e é cheio de festivais e gente bonita… Aliados a uma vibe super gostosa de cidade praiana e meus quase dezoito… Quem aposta que vou me divertir muito?



5- Morar em São Paulo

5

Paraíso para mim. Poder morar em uma cidade que as pessoas não fofocam da sua vida, e tem a mente um pouco mais aberta é necessidade!

Pensamentos Textos

No meio de tudo

15 de Fevereiro de 2013

'1'

Ando por ai, e no meio do percurso me deparo com uma barreira maior que eu poderia imaginar: Eu mesma. No meio de tudo, justo no meio. No meio de tudo, ou de nada. Não sei dizer. Não tenho pessimismo suficiente para jogar tudo para o alto e desistir, e nem um pingo de otimismo para me ajudar a dar mais um passo. Fico lá. Parada. Sentindo talvez angústia, desespero. Ou talvez a chance de parar por um pouco. Esperando alguns minutos (ou horas, ou dias, ou meses) por uma ajuda que ainda não apareceu, que ainda não estendeu a mão. E em meio a esse tempo de espera um sentimento de alívio surge pela pausa nos pensamentos, justo aqueles que alimentaram meus sonhos mais fantasiosos, minhas razões mais plausíveis, e vontades mais intensas. Pensamentos esses ritmados em uma orquestra monstruosa e descoordenada de pensamentos bombardados pela razão de tudo: O coração.

Textos

Naquele momento

11 de Fevereiro de 2013

   dsajewio´jewio

Naquela momento ela sabia que era amada. Talvez todo mundo soubesse que era amada em uma hora como essa, mas ela sentia algo diferente. E a falta de palavras não a atormentaram dessa vez. Em vez disso, um sorriso foi preenchido enquanto a certeza de algo começava a surgir.

  Mas vamos começar pela primeira página. Talvez a protagonista acredite em sorte, destino, ou apenas alguém brincando de marionetes lá em cima. Eu não poderia dizer… E veja a parte irônica da história: Sou uma narradora onisciente. Onisciente até demais, mas na cabeça da tal menina, nem o mais intensa hipnose poderia adentrar dentro da sua mente confusa. Passo a narrar agora sem sinopses, introduções ou balelas, o começo de tudo. Ou de algo.

  Desde o começo daquelas férias a rotina de ir na casa do vizinho do terceiro andar já era um ritual sagrado. Eles ficavam lá sem nada para fazer, mas com todos os assuntos inúteis que melhores amigos tem. Falavam sobre jogos, filmes, música e até relacionamentos. Ter melhores amigos homens tem lá sua vantagens, mas a melhor era: Poderia ir do jeito que bem entendesse. Colocava o primeiro shorts jeans que via no armário, a sua t-shirt mais larga do Led Zeppelin – de longe sua banda favorita -, um chinelo acompanhado de um coque bagunçado, e ia para a melhor parte da sua tarde: ir para a casa do seu xodó. E engana-se você, se pensar que o relacionamento colorido vai nascer nesse dia. Provavelmente se ela lesse isso faria cara de nojo: ele era seu irmão, e permaneceria sempre assim. Mas naquele dia teve algo diferente: O primo dele iria passar o final das férias na sua casa. Ele era do interior, e acabara de mudar para a Capital. Tinha uns dezoito anos e enquanto seu apartamento não terminasse a reforma, ia se hospedar na casa de seu vizinho. Era o tipo que ela via no Tumblr: Cabelo bagunçado, camisa xadrez, alagador e sorriso torto. Sua perna virou gelatina, e não por causa de ele ser um lindo – Que olhos acinzentados são esses? – Mas pelo fato de estar com cara de que acabou de sair do hospício. Cumprimentaram-se com um beijo no rosto, e o silêncio de desconhecidos surgiu no quarto, que logo em seguida foi quebrado por uma musica da Madonna, preferida do seu melhor amigo. “Tira isso” os dois repetiram em coro, e se entreolharam devido a sincronização de pensamentos. Poderia te dizer com certeza, que no momento em que esses sorrisos e olhos se cruzaram, que a atração nasceu ali. O estilo despojado e alternativo da menina era totalmente diferente das patricinhas do interior em que ele morava, e isso era demais.  A personalidade, o gosto musical e os olhos dele a hipnotizaram. E que cara cheiroso!

  A partir dai o destino brinca de dar uma de diretor de comédia romântica: Em uma semana os dois já sabiam quase tudo um do outro: Seus gostos, manias, jeitos de pensar, e até que eles eram espiritas. Ele era meu desiludido com amor, frio, seco, e conseguia ser sarcásticos nas horas mais improváveis. E até nisso eles concordavam. Mas, o destino aparece de novo, e faz com que uma parte assustadora de um filme de terror vire um abraço apertado e cafuné nos cabelos. E justo na hora que ele fosse se despedir com o tradicional beijo no rosto ela vire para falar alguma coisa e um selinho aparece. O motivo de risada dos dois é quebrado em trinta segundos pelo olhar dele sério, apaixonante e tentador. E ah, as borboletas no seu estômago vieram dizer olá. Suas pernas ficaram meio bambas – e dessa vez não foi por algo que ela estava vestindo – e de repente todo seu corpo queria que aquela cena acontecesse de novo. Ele se aproximou lentamente, acolhendo-a em seus braços e a beijou. A química que existia desde o primeiro dia em que se conheceram se multiplicou, triplicou e até hoje eles não conseguem explicar o que acontece quando eles ficam juntos.

  Eles estão ficando sério a uns dois meses, exatos. E apaixonados. Talvez até se amem, mas não vamos colocar a carroça na frente dos bois né?! Era uma sexta a noite, dia de assistir filme. Já disse que eles são meio sistemáticos na programação da semana? Até demais. O filme do dia era Godzilla, um clássico de noventa e oito. Eu não sei vocês sabem, mas uma das musicas que tocam no filme é Kashmir, do Led Zeppelin. Sim, ele se lembrava da camiseta que ela usava na primeira vez que eles se viram. E sim, ele foi no Google pesquisar um filme que a banda tocasse. E ele nem comentou com ninguém, mas teve que ir em três locadoras para achar a bendita super produção. Tudo isso, para que no momento em que Robert Plant começasse a cantar, ela se virasse e dissesse as seis palavras que ela já esperava – em segredo – a um tempão: Eu te amo. Quer namorar comigo?

Comportamento

Coisas que todos os homens gostariam que as mulheres soubessem

11 de Fevereiro de 2013

texto12

Aposto que quando você leu esse título pensou? Hã, como uma mulher pode dizer o que homens poderiam pensar? Nós sequer entendemos o que ele pensa… Mas aqui vai a resposta: Hoje vim falar de um blog muito bom chamado casal sem vergonha … No blog eles falam sobre a relação homem e mulher sem tabus, jogando limpo.  E um dos post que mais fazem sucesso até hoje é o intitulado aqui em cima: Coisas que todos os homens gostariam que as mulheres soubessem e inclusive eles fizeram um vídeo… Acreditem que sequer a maioria dos homens concordam com isso! Prepare-se para se surpreender com as repostas: 

Gostaram?!

Aviso/Nota

Adivinha quem voltou!

25 de Janeiro de 2013

Imagem

É, estou muito feliz de voltar com a rotina de blogueira. Bem, como eu disse, o diário de bordo vai sim ter um espacinho aqui no blog, como os meus textos. Acho que nunca contei isso aqui no blog, mas eu tenho um caderno em que escrevo tudo quando estou fora dos teclados, e nele enchi umas 30 páginas nessa viagem. Seja com pensamentos, desenhos ou histórias. Então se preparem para muito conteúdo. Nessa madrugada eu volto a ativa porque agora eu preciso dormir. Horas e mais horas de avião acabam com qualquer um. E ah, muito obrigado pelos tweets sentindo minha falta… Vocês são as melhores!

Pensamentos

Persistir no que dá errado

14 de novembro de 2012

Acho que vivo no mundo da lua! Arranjo inspiração, ou fico com vontade de escrever por cada motivo. Tem uma borboleta, ou um bichinho de luz – sou cegueta – que tá a mais de meia hora batendo no teto, para tentar sair daqui. E qual o intuito de eu falar isso? É porque ele me fez lembrar de como persistimos em coisa errada.

É incrível a capacidade que eu tenho de persistir em um erro. Prometo para mim mesma nunca mais repeti-lo, mas na primeira oportunidade lá estou eu errando. E o pior: Sabendo que tô fazendo a coisa errada. É difícil achar força para lutar contra nossos instintos. E isso vale para tudo: Desde um probleminha para estudar até um amor não correspondido.

Ás vezes parar, e pensar no que estamos errando muda completamente o rumo do desfecho que o problema iria levar caso fossemos impulsivas. Impulsividade só é bom em alguns momentos…  É muito difícil enxergar um problema quando estamos envolvidos, por isso que eu gosto de reservar dez minutos do meu dia, para sentar, fechar os olhos e tentar criar soluções.

Não precisamos ter todas as respostas em nossa mão, mas sim busca-la. Ficar parada, sentada e reclamando é que não dá, né?!